PUBLICIDADE
ANUNCIE: ☎ 54 3614 2118
CURSO DE VENDA MARA PARTICHELLI
"Apesar da derrota, Grêmio está vivíssimo", afirma Renato
Técnico afirma que Tricolor falhou por "entrar no jogo do Estudiantes" no primeiro tempo

Técnico afirma que Tricolor falhou por




O técnico Renato Portaluppi não escondeu preocupação com o desempenho do Grêmio no primeiro tempo, mas viu com otimismo a derrota por 2 a 1 para o Estudiantes, nesta terça-feira. "Apesar da derrota, o Grêmio está vivíssimo. Vamos procurar trabalhar bastante para reverter esse placar", projetou o treinador.

Questionado sobre a escalação, Renato descartou que o time tenha iniciado numa formação errada. "Acima de tudo, entramos como deveríamos ter entrado e pagamos pelos nossos erros", avaliou. "O primeiro gol deles foi um golaço, acertou um chute indefensável. O Grêmio não vai ganhar todos os jogos e o adversário também tem seus méritos. Não é fácil ganhar na Argentina", analisou o treinador gremista.

"O Marcelo Oliveira entrou porque eu quis que ele jogasse", reforçou Renato. "O Pepê tem 20 anos, não é a primeira vez que usa a camisa do Grêmio. Tem um futuro muito grande. Conversei com os jogadores, que concordaram que com ele a gente não mudaria tanto. Se tivesse outro, talvez mudasse muito, sem a saída de bola rápida", defendeu o técnico.

Para o comandante gremista, a atitude equivocada é que resultou na superioridade do Estudiantes na etapa inicial. "Nossa equipe entrou no jogo do Estudiantes, que não é o nosso", alertou. "Foi um jogo da catimba. Não adianta tentar competir em termos de malandragem. Não adianta tentar pedir cartão, gritar, fazer o jogo deles", repetiu Renato. "Nosso time não entrou desligado, mas tentou fazer um jogo que não está acostumado. Isso eu procurei corrigir no intervalo e nossa equipe voltou como sempre para dominar a partida."










Correio do Povo